X     FECHAR
EDUCAÇÃO = FAMILIA + ESCOLA
       Quando ouvimos a palavra Educação, esta nos reporta para a Escola. Mas, precisamos ter clareza do papel educacional que a escola desenvolve. Sendo um ambiente de interações, troca de experiências e aquisição de novos conhecimentos tem o papel principal de formar a criança para a vida, isto é, oportunizando-lhe aprendizagens que o tornarão um ser humano capaz de exercer a sua cidadania, conhecedor dos seus direitos e deveres.
        Quanto à família, é importante que a educação dada, ajude os filhos a formarem uma consciência da sua própria dignidade, também de responsabilidade para possibilitar uma vida digna de qualidade para todos. A educação começa na família, continua na escola e se prolonga por toda a existência humana. É pela educação que nos constituímos seres humanos, é uma atividade criadora que abrange o homem em todos os seus aspectos.
        Educa aquele que sabe conectar, com sabedoria, os valores de ontem, de hoje e de amanhã, dentro de um clima de amor, respeito e responsabilidade. Para refletir a educação transcrevo um parágrafo do texto de Aldo Colombo que diz o seguinte: “Eu educo hoje, com os valores que recebi ontem, pessoas que são o amanhã. Os valores de ontem, eu os conheço demais; os de hoje percebo apenas alguns. Do amanhã, nada sei. Se eu usar apenas os valores de ontem, não educo, condiciono. Se usar apenas os de hoje, não educo, complico. Se usar apenas os possíveis valores de amanhã, não educo, faço experiências à custa do jovem. Se usar os três, sofro, mas educo”.
        Acredito na união da família e da escola, como educadores comprometidos, para levar a diante a educação dos nossos filhos e alunos através de degraus firmes: amor incondicional, os bons exemplos e os deveres, estes, se tornam pilares indestrutíveis e pontos de orientação para o futuro, transformando nossos filhos e alunos em mulheres e homens mais seguros e felizes.
Leonice Streda Montini
Coordenadora Pedagógica/ SMEC